IIT Brasil 2021

Trainers

Roxy Manning5.JPG
Roxy Manning
A experiência de Roxy como imigrante afro-caribenha nos Estados Unidos, combinada a sua formação acadêmica e sua atuação como psicóloga clínica e instrutora de Comunicação Não-Violenta certificada pelo CNVC, cultivaram nela uma profunda paixão por iniciativas que apóiam a mudança social nos níveis pessoal, interpessoal e sistêmico. Roxy encontra motivação em ajudar vozes opostas a se ouvirem e a enxergarem as estruturas que estão além das dores e batalhas individuais e que contribuem para esses desafios. No IIT BRASIL 2020 ela pretende apoiar a exploração autêntica e vulnerável da CNV para contribuir com nossa cura individual e criar comunidades onde pessoas de todos os níveis da sociedade confiem que suas necessidades importam e desenvolvam estratégias que melhor atendam a todas as necessidades. Roxy é mãe de três filhos, é leitora e cozinheira ávida e gosta muito de viajar.
Kristin Masters2.jpg
Kristin Masters
Kristin Masters vive em Santa Cruz, Califórnia, nos Estados Unidos e é instrutora certificada pelo CNVC. Se dedica à utilização dos princípios da comunicação compassiva para lidar com questões de opressão e desequilíbrio de poder. Tem uma longa história liderando trabalhos de diversidade principalmente com modelos baseados no trabalho de Ricky Sherover-Marcuse. Kristin busca apoiar a todos nós a dar um passo adiante como aliados e cúmplices, principalmente pessoas brancas para agir frente ao racismo. Como líder do Work that Reconnects de Joanna Macy, ela oferece uma abordagem revigorante e fortalecedora ao trabalho de mudança social. Kristin adora trazer criatividade, música, expressão artística e corporal ao trabalho interno e externo de luto e gratidão em comunidade. Ela integra o trabalho de Sarah Peyton em Neurobiologia Interpessoal e Constelações Sistêmicas na maioria das situações, e considera que a linguagem ressonante é transformadora na cura de nossos traumas passados.
Duke Duscherrer.jpg
Duke Duchscherer
Duke Duchscherer é instrutor certificado pelo CNVC desde 2000 e foi membro do Conselho de Administração do Instituto MK Gandhi de Não-Violência. Tem facilitado Círculos Restaurativos e Comunicação Não-Violenta pelo mundo todo, com vasta diversidade de povos e comunidades, desde grupos da bases da sociedade civil em pequenas aldeias até líderes governamentais nas Nações Unidas, em cinco continentes. Parte desse trabalho inclui apoiar a transformação de conflitos atuais, como liderar uma série de diálogos restauradores entre o exército ucraniano e a comunidade pró-russa, no local onde residem, perto da frente de guerra na Ucrânia; ou facilitar o diálogo entre funcionários do governo estadual, grupos minoritários indígenas e aqueles que foram diretamente prejudicados por greves, protestos e fechamento de fronteiras devido à promulgação da nova constituição do Nepal. Duke também trabalhou extensivamente na área de reconciliação, liderando inúmeros diálogos, como por exemplo entre ex-rebeldes do Sendero Luminoso e do MRTA, ex-militares, líderes da sociedade civil e pessoas diretamente prejudicadas durante o 'período de violência' no Peru; ou entre sobreviventes do genocídio em Ruanda e as pessoas que mataram suas famílias, recentemente libertadas da prisão (veja o documentário In The Eyes of the Good para um exemplo do trabalho de Duke: https://www.youtube.com/watch?v=RqA2OydkXgg ).
Jeannine Suurmond2.jpg
Jeannine Suurmond
Jeannine Suurmond vem apoiando há mais de 15 anos esforços da sociedade civil e do estado para resolução de conflitos, mediação e reconciliação na Ásia, África e Europa, quando viveu na Holanda, Índia, Nepal, Camboja e Tailândia. Jeannine começou a partilhar CNV em 2014 e tornou-se instrutora certificada pelo CNVC em 2017. Ministra cursos para instituições governamentais e acadêmicas, organizações internacionais e ONGs, incluindo: o Instituto King Prajadhipok e o Spirit in Education Movement na Tailândia, para os quais facilitou um diálogo inter-fé entre líderes religiosos de Mianmar; assistentes sociais e ativistas na China; a Organização Psicossocial Transcultural apoiando a facilitação de diálogos entre vítimas e agressores do Khmer Rouge e o Museu do Genocídio Tuol Sleng no Camboja; vítimas, ex-combatentes e governo no contexto do processo de justiça de transição no Nepal (parcialmente documentado aqui: https://www.youtube.com/watch?v=RqA2OydkXgg). Jeannine é inspirado na Pedagogia Crítica, na Psicologia da Libertação e no Budismo. É mestre em Psicologia da Cultura e Religião pela Universidade Livre de Amsterdã e é doutoranda na Universidade de Utrecht, Holanda.
Fabiola Fuentes2.jpg
Fabiola Fuentes
Fabiola Fuentes é advogada e mestre em Ciência Política na Colômbia, seu país de origem. Viveu na Inglaterra por 11 anos, onde estudou Comunicação Não-Violenta desde de 2001 com Marshall Rosenberg e outros mentores. Em 2004 recebeu a certificação do Centro Internacional de Comunicação Não-Violenta. Sua paixão é trabalhar com indivíduos e comunidades que desejam contribuir para tornar este planeta um lugar melhor, curando suas famílias, grupos e organizações, onde quer que morem ou trabalhem. Fabiola atuou em diferentes lugares na Inglaterra, Escócia, Suécia, Espanha, Colômbia, México, Chile, Peru, Argentina, compartilhando seu conhecimento e experiência com CNV e outras ferramentas como Permacultura, Transition Towns e apoio à economia local, facilitando processos para criar confiança, conexão, liderança, trabalho em equipe e cooperação, visando melhorar a qualidade de vida e fortalecer relacionamentos.
Acima